Muriaé Céu nublado com chuvaMax 31º
Min  21º
POLÍCIA | 12/07/2018 « Voltar

Adolescente é baleado ao sair da escola, na Barra

Adolescente é baleado ao sair da escola, na Barra
Segundo a PM, o jovem afirmou que foi vítima de uma tentativa de assalto







Um adolescente de 17 anos foi baleado, na noite desta quarta-feira (11), ao sair da E.E. Dr. Olavo Tostes, na Barra, na qual estuda. O jovem foi atingido por um tiro nas costas e, de acordo com a Polícia Militar (PM), disse que foi vítima de uma tentativa de assalto. Ele foi socorrido pelo Samu e Corpo de Bombeiros, sendo levado ao Hospital São Paulo (HSP), onde foi encaminhado para cirurgia.

Conforme o Boletim de Ocorrência da PM, o menor contou que ao sair da escola foi abordado em frente à instituição de ensino, por um homem armado, que exigiu que ele entregasse um cordão. O estudante afirma que não estava usando cordão e que foi baleado ao correr de volta para a escola.

O atirador fugiu e não foi localizado, e até o fechamento desta matéria não havia detalhes oficiais sobre o estado de saúde da vítima.

Ainda segundo o registro da PM, militares obtiveram informações de que recentemente o adolescente foi vítima de uma tentativa de assalto, e que teria sofrido ameaças distintas de duas pessoas devido a atritos envolvendo negociações comerciais.

Os militares relatam que o suposto autor de uma das ameaças foi localizado, confirmou o desentendimento com o menor, mas negou qualquer envolvimento com o atentado ocorrido na porta da escola.

As informações foram reladas na ocorrência repassada à Polícia Civil (PC), que vai investigar o caso.

 

Texto: Rádio Muriaé - reprodução na íntegra ou parcial do conteúdo (texto e imagem) permitida somente mediante crédito.

 



Fonte : Radio Muriaé




COMENTÁRIOS 1


mãe
Postado no dia 12/07/2018 - 09:04 Cidade: MURIAÉ - Minas Gerais
» Já que nossa policia esta sobrecarregada, os políticos responsáveis pela cidade poderiam tentar trazer guardas municipais para colocar nas portas das escolas porque nossos impostos são voltados para os pagamentos desses funcionários públicos também, um absurdo uma coisa dessas gente. onde vamos parar com tanta criminalidade, será que vamos ter que buscar nossos filhos nas escolas para ter certeza que iram chegar vivos em casa? não sei como funciona a questão dos guardas municipais em relação a cidade pequena mas seria uma solução porque eu sei que nas escolas de cidades maiores tem guardas nas portas de todas as escolas.

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    











PUBLICIDADES