Muriaé Céu nublado com chuva leve
Max 28º
Min  22º
JORNALISMO | 07/11/2019 « Voltar

Aprovada abertura de CPI para apurar irregularidades na ETE Principal

Aprovada abertura de CPI para apurar irregularidades na ETE Principal
Segundo um relatório emitido pela CGU foram gastos cerca de R$ 26 milhões no empreendimento.

O presidente da Câmara Municipal, David Lacerda colocou em votação na reunião desta semana a abertura de uma CPI para apurar irregularidades na Estação Principal de Tratamento de Esgoto de Muriaé (ETE).

O requerimento foi assinado pelos vereadores Reginaldo Roriz (PSD), Carlos Macuco (PR), Celsinho (DEM), Helena Carvalho (MDB), Ivanir do Gaspar (PR), Dr. José Carlos (PSB) e Prof. Júlio Simbra (DEM).

O vereador Reginaldo Roriz, autor do requerimento, justificou que o pedido da CPI é devido ao fato de que, após ampla pesquisa de dados e documentos, foi constatado que apesar das obras da Estação de Tratamento de Esgoto terem sido consideradas concluídas e terem sido recebidas pelos agentes públicos na Administração Municipal passada (atestado de capacidade de funcionamento), a mesma não teve condições de ser operacionalizada até o momento.

De acordo com o levantamento feito pelo vereador, com base em um relatório emitido pela Controladoria Geral da União (CGU) foram gastos cerca de R$ 26 milhões na construção, o que segundo ele, gerou prejuízo ao patrimônio e ao interesse público.

O Demsur também emitiu um laudo técnico constatando as irregularidades.

 



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTÁRIOS 7


HUGO
Postado no dia 07/11/2019 - 10:20 Cidade: muriaé - mg
» QUE COMECEM OS JOGOS POLÍTICOS!!!!!! GENTE ESPERTA... COMEÇOU OS ATAQUES


PAULO HENRIQUE PEREIRA FERES
Postado no dia 07/11/2019 - 11:20 Cidade: Belo Horizonte - MG
» Essa ETE só serviu pra acabar com o Guarujá. O Guarujá sim era uma casa de família onde nos divertiamos sem maldade corrupção e só felicidade e amor .Volta Guarujá volta !


E. J. A.
Postado no dia 07/11/2019 - 12:59 Cidade: Muriaé - Mg
» Pior governo da historia!!


Paula L.
Postado no dia 07/11/2019 - 14:02 Cidade: Muriaé - MG
» Só falta explicar porque esperaram 3 anos(ou até mais) pra só agora "descobrir" o problema? Tem de fazer CPI mesmo, mas o que tem rolo por aí precisando também...


Genesio
Postado no dia 07/11/2019 - 17:30 Cidade: Muriae - MG
» E a tal drenagem do rio Vai ter cpi


Nelson
Postado no dia 07/11/2019 - 19:14 Cidade: Muriaé - Mg
» Boa noite, quem sabe agora resolvem o problema do mal cheiro aqui no Porto, pois e insuportável o mal cheiro, agora sabemos pq vazamento para todos os cantos da estação de tratamento, não tem respeito pelo povo que vota, pois não tem hora para este mal cheiro insuportável chegar às nossas residencias, hora de almoço ou jantar deveriao ter este respeito com os moradores pois quando o odor vem temos que parar de realizar nossas refeicoes, cansamos de ligar para o demsur, mas nenhuma autoridade veio nos dar uma satisfação mas as eleições está aí, Jajá eles vêem saberemos dar a resposta nas urnas


JOSÉ ANACLETO DE FARIA
Postado no dia 08/11/2019 - 08:22 Cidade: Muriaé - MG
» REVISÃO DO PLANO DIRETOR: COMENTÁRIOS FINAIS O NOVO PLANO DIRETOR foi aprovado pelos Senhores Vereadores – trata-se do futuro de MURIAÉ para os próximos DEZ ANOS. O PLANO DIRETOR é o instrumento BÁSICO da política de desenvolvimento e de expansão urbana. Assim, as cidades devem ser administradas com base num PLANO DIRETOR, e não de acordo com as “propostas defendidas pelo candidato a prefeito” por ocasião das eleições (Lei nº 9.504/1997). Assim como o anterior (2006), o NOVO PLANO DIRETOR DE MURIAÉ é uma “carta de intenções” – “é uma lei inócua, que logo vai se desmoralizar por não mudar nada na cidade”. Não se trata de um planejamento estratégico, principalmente porque lhe faltam objetivos específicos, voltados para as necessidades da população – especialmente dos mais pobres; objetivos mensuráveis e passíveis de serem realizados em DEZ ANOS. Assim como o anterior (2006), a REVISÃO DO PLANO DIRETOR não foi amplamente divulgada, e, portanto, não contou com ampla participação da população e de associações representativas dos vários segmentos da comunidade (Associações de Moradores de Bairro, Conselhos Municipais, Partidos Políticos, OAB, CREA, CAU, SMM, CDL, ACE, Sindicatos, Lojas Maçônicas etc.), conforme determina a Lei nº 10.257/2001, denominada ESTATUTO DA CIDADE. Como ficará o processo orçamentário de Muriaé atual e para os próximos DEZ ANOS, se, por lei, o PLANO DIRETOR é a base do Plano Plurianual (PPA), da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e da Lei Orçamentária Anual (LOA)? Como ficarão outros planos que devem ser elaborados com BASE neste PLANO DIRETOR agora aprovado? Refiro-me ao Plano de Mobilidade Urbana, Habitação, Saneamento, Mineração, Recursos Hídricos, Saúde, Educação, Turismo etc. UM VEREADOR DISSE QUE “DEZ ANOS PASSAM RÁPIDO”. Infelizmente, é muito triste que MURIAÉ – uma cidade repleta de “doutores” e universitários – continue a ser administrada com nos tempos de nossos avós, sem liberdade de expressão, de forma autoritária, centralizada e burocrática, contrariando frontalmente a Lei nº 10.257/2001, denominada ESTATUTO DA CIDADE – que já vigora há 18 anos! Pior ainda é saber que NUNCA mudaremos o Brasil, pois a União é uma ficção jurídica; o que existe de concreto é a minha casa, a minha rua, o meu bairro, a minha cidade – ou seja, 5.570 municípios! Uma coisa é certa, no que se refere ao processo de elaboração, execução e fiscalização do PLANO DIRETOR DE MURIAÉ, o texto “Precisa-se de matéria-prima para construir um país” de João Ubaldo (?) se aplica perfeitamente aos MURIAEENSES (basta trocar presidentes por prefeitos): “A crença geral anterior era que Collor não servia, bem como Itamar e Fernando Henrique. Agora dizemos que Lula não serve. E o que vier depois de Lula também não servirá para nada. Por isso estou começando a suspeitar que o problema não está no ladrão corrupto que foi Collor, ou na farsa que é o Lula. O problema está em nós. Nós como POVO. (...) “Não esperemos acender uma vela a todos os Santos, a ver se nos mandam um Messias. Nós temos que mudar, um novo governador (PREFEITO) com os mesmos brasileiros (MURIAEENSES) não poderá fazer nada. Está muito claro... Somos nós os que temos que mudar.” Elaborado por: JOSÉ ANACLETO DE FARIA (Este texto pode ser reproduzido livremente.)

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    












PUBLICIDADES