Muriaé Céu claroMax 38º
Min  19º
JORNALISMO | 11/09/2019 « Voltar

Atividades em Muriaé marcam o mês de prevenção ao suicídio

Atividades em Muriaé marcam o mês de prevenção ao suicídio
Evento no Sesc abriu campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio

A Secretaria de Saúde deu início à programação do “Setembro Amarelo” com palestra sobre valorização da vida. A iniciativa faz parte da campanha de conscientização sobre a prevenção ao suicídio. A abertura foi na noite de terça-feira (10), no Sesc.
 
Organizado pelo Núcleo Ampliado de Saúde da Família e Atenção Básica (NASF-AB) São Pedro, o conteúdo foi repassado por profissionais do Centro de Atenção Psicossocial - CAPS II e CAPS AD. 
 
“Infelizmente vem aumentando muito o número de casos de suicídio na população jovem e também há casos em idosos, por isso a necessidade de expansão de informações e discussões sobre este tema”, afirma a assistente social do NASF AB, Lidiane Carvalho.
 
Um dos palestrante da noite, o psicólogo do CAPS AD, José Lourenço Camilo, conta que alguns tipos de comportamento podem ser observados em pessoas que estão passando por depressão, como alterações de humor, maior agressividade, embotamento emocional – quadro que pode levar uma pessoa a cometer suicídio. 
 
“Os familiares têm que ficar atentos para falas de desistência da vida, para a falta de planejamento para o futuro, se a pessoa está passando por momento de luto e está com dificuldades de aceitação. Além disso, tem que ser observado se a pessoa tem algum tipo de transtorno mental e, principalmente, se já houve uma tentativa prévia de suicídio”, orienta. 
 
Ainda de acordo com o psicólogo, as pessoas que tentam o autoextermínio não querem morrer, mas se livrar de dores e angústia fortes. Segundo ele, a procura por ajuda profissional, como psicólogo e psiquiatra, é o caminho.
 
A coordenadora da Saúde Mental de Muriaé, Cintia Muglia, e também palestrante do evento, conta que tem feito articulação com o Hospital São Paulo, que recebe os casos de urgência e emergência relacionados a suicídio, para que a equipe da Saúde Mental faça a busca ativa desses pacientes, a fim de tentar ajudá-los ou mesmo encaminhá-los para o tratamento. 
 
Para solicitar ajuda, o paciente pode ligar gratuitamente para o telefone do Centro de Valorização da Vida (CVV) pelo 188. Para casos de maior risco, como tentativas de suicídio, por exemplo, pode-se entrar em contato com o Samu pelo 192.  
 
A programação do “Setembro Amarelo” em Muriaé será finalizada no dia 30 deste mês, com a capacitação “Um novo olhar – a valorização de todas as vidas e histórias”, ministrada pela equipe de Saúde Mental e NASF AB. O evento acontecerá a partir das 13h, no Teatro Zaccaria Marques. A capacitação é uma parceria entre as secretarias municipais de Saúde e Educação. 
 


Fonte : Ascom Prefeitura de Muriaé




COMENTÁRIOS 2


Maria de Fátima Calais
Postado no dia 12/09/2019 - 18:58 Cidade: Muriaé - MG
» Parabéns Cíntia Muglia, pela iniciativa e comprometimento com a vida dos que sofrem desse mal. Abraços!


Maria de Fátima Calais
Postado no dia 12/09/2019 - 11:23 Cidade: Muriaé - MG
» Parabéns Cíntia Muglia, pela iniciativa e comprometimento com a vida dos que sofrem desse mal. Abraços!

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    












PUBLICIDADES