Muriaé Céu nublado com chuvaMax 24º
Min  18º
Buscopan composto em gotas é retirado do mercado
08/08/2017 « Voltar

Buscopan composto em gotas é retirado do mercado


A Boehringer Ingelheim do Brasil, indústria farmacêutica responsável pelos medicamentos da marca Buscopan, informou nesta segunda-feira, 7 de agosto, a retirada do Buscopan composto em gotas do mercado. A empresa acrescentou que o recolhimento do produto ocorreu de forma voluntária e preventiva.
 
Segundo a farmacêutica, o Buscopan composto em gotas não representa risco à saúde das pessoas que utilizam o medicamento, e que ele começou a ser retirado de circulação temporariamente em junho deste ano. A Boehringer afirmou que não há previsão para retorno do produto as prateleiras das farmácias.
 
A decisão de parar a produção e retirar o produto do mercado veio após testes internos feito com o remédio – que tem em sua composição butilbrometo de escopolamina e dipirona sódica monoidratada e é indicado para cólicas intestinais, menstruais e urinárias – apresentar resultados "fora de especificação identificado durante estudo de estabilidade".
 
Além do Brasil, Argentina, Chile, Uruguai, Venezuela e Paraguai também interromperam a produção do remédio. A descontinuação do medicamento, que era vendido sem prescrição médica, já foi informada a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), reguladora do setor.
 
Os outros medicamentos da linha Buscopan continuam a venda e assim como o composto em gotas não trazem riscos à saúde de quem os consome, ressaltou a farmacêutica. "A Boehringer Ingelheim reforça seu compromisso irrestrito com a garantia de qualidade de seus produtos e com a saúde de seus pacientes", ressaltou a empresa em comunicado oficial. 


Fonte : Marcelo Lopes




COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    











PUBLICIDADES