Muriaé Céu nublado com chuvaMax 24º
Min  17º
POLÍCIA | 18/01/2019 « Voltar

Feminicídio na região: mulher é morta a facadas em Carangola e ex-marido é preso suspeito pelo crime

Feminicídio na região: mulher é morta a facadas em Carangola e ex-marido é preso suspeito pelo crime
Mônica Gonçalves de Lima (32) foi atacada em casa nesta sexta (18) e o ex-marido foi detido pela PM (Fotos: reprodução/Facebook)



A cidade de Carangola - a cerca de 85 km de Muriaé - foi palco de mais um caso de feminicídio na região. Na manhã desta sexta-feira (18), Mônica Gonçalves de Lima, 32 anos, morreu após ser esfaqueada na residência onde morava com o casal de filhos. O suposto autor do crime é o ex-marido da vítima, que foi preso pela Polícia Militar (PM).

De acordo com o site “É o Combatente”, de Carangola, Mônica estava amparada por uma medida protetiva que proibia o ex-esposo de se aproximar dela. Mas conforme as informações divulgadas pelo site, o homem de 38 anos ignorou a determinação legal, foi à casa da ex-mulher, e a atacou com golpes de faca no tórax assim que ela abriu a porta.

Mônica chegou a ser socorrida à casa de Caridade de Carangola, mas não resistiu à gravidade dos ferimentos. Seu corpo passará por exames no Instituto Médico Legal (IML) de Muriaé, antes de ser liberado à família.

Após receber denúncia informando que a mulher havia sido esfaqueada pelo ex-marido e que o mesmo fugiu, a PM iniciou rastreamentos e, pouco depois, o homem foi capturado por policiais militares.

O suspeito será apresentado à Polícia Civil (PC), na delegacia local, e não há detalhes se ele confessou ter assassinado a ex-esposa.

Mônica era muito querida em Carangola e o crime chocou a cidade. Nas redes sociais, o caso trágico está motivando inúmeras manifestações de pesar e até de revolta.

 

Texto: Rádio Muriaé - reprodução na íntegra ou parcial permitida somente mediante crédito.

 



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTÁRIOS 7


Adilson w gadioli
Postado no dia 19/01/2019 - 08:58 Cidade: Carangols - 36800000
» Enqto não houver Pena de morte, isto vai acontecer


Armamentista
Postado no dia 18/01/2019 - 13:00 Cidade: Muriaé - MG
» Se ela tivesse uma arma em casa, teria uma chance. Medidas protetivas impostas pelo judiciário são inócuas uma vez que o estado não tem como cercar a mulher 24 horas por dia. Uma arma de fogo nas mãos dela a colocaria em pé de igualdade com a força empregada pelo agressor no intento de ceifar sua vida. E ainda há quem critique o acesso da população de bem às armas de fogo.


Indignada
Postado no dia 19/01/2019 - 11:37 Cidade: Muriaé - MG
» Quem fica preso é a coitada que perdeu a vida Pq esse nem preso vai A lei brasileira é muito fraca


MARCIO MEDEIROS DE SOUZA
Postado no dia 18/01/2019 - 15:12 Cidade: CARANGOLA - MG
» Uma mulher honrada, esforçada, cheia de vida, muito trabalhadora e atleta. Uma ótima pessoa! Revoltante isso!


Erotildes de Araujo Machado
Postado no dia 18/01/2019 - 20:17 Cidade: Rio de Janeiro - Rio de Janeiro
» Uma covardia. Uma grande covardia. Um absurdo. Temos que nos unir e acabar com esse crime. Uma de nós poderá ser a próxima. Atenção!!!!


Ruth barbosa
Postado no dia 18/01/2019 - 22:53 Cidade: Muriae M - MgPep
» Pessoa exelente. Que Deus lhe de o descanso eterno.Atleta de muito respeito.


Lia
Postado no dia 20/01/2019 - 08:34 Cidade: São José - Sc
» Vai fazer 3 anos que sofro com esta dor que nao passa. Minha irmã foi vítima de 7 golpes de faca e hoje mora no céu é o bandido foi condenado a 22 anos A está família receba os meus sentimentos, acredite existe justiça...????

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    











PUBLICIDADES