Muriaé Céu nublado com chuvaMax 29º
Min  21º
JORNALISMO | 19/02/2020 « Voltar

Indiciados durante operação “Rescaldo” tem regime de prisão estendida por mais 180 dias

Indiciados durante operação “Rescaldo” tem regime de prisão estendida por mais 180 dias
Ao todo, 23 pessoas foram presas durante as fases da operação - Foto: Arquivo Rádio Muriaé
A operação iniciou com a prisão de um homem em Niterói, suspeito de chefiar a maior organização criminosa de Muriaé - Foto: Arquivo Rádio Muriaé

Nesta terça-feira, uma mulher foi presa no bairro Primavera, suspeita de fazer parte da organização criminosa


O Tribunal de Justiça de Minas Gerais converteu o regime de Prisão Temporária para a Prisão Preventiva dos indiciados da operação “Rescaldo”, ocorrido em Muriaé e que resultou no encarceramento de 23 pessoas envolvidas com o trafico de drogas.

A mudança do regime de prisão foi um pedido do Delegado da Divisão de Homicídios e Inteligência, Tayrony Espindola. De acordo com o Código Processual Penal, para crimes hediondos o prazo da Prisão Temporária é de 30 dias, podendo ser prorrogado por igual período, havendo necessidade.

Segundo o documento, os indiciados são de alto grau de periculosidade e estão envolvidos diretamente com o tráfico de drogas do bairro Aeroporto e fazem parte da maior facção criminosa da cidade.

Durante a prisão temporária dos envolvidos, a Policia Civil investigou todo o funcionamento logístico do tráfico de drogas no bairro Aeroporto e concluiu que o grupo tinha um lucro de aproximadamente R$ 70 mil por semana com a venda dos entorpecentes. A Polícia Civil acredita que o grupo está ligado diretamente a outros crimes ocorridos em Muriaé.

Com a Prisão Preventiva, os indiciados poderão permanecer até 180 dias em regime fechado.

Nesta terça-feira (18) uma mulher foi presa no bairro primavera, suspeita de envolvimento no tráfico de drogas.

Surgimento da operação “Rescaldo”

A operação “Rescaldo” surgiu após a prisão de um homem na cidade de Niterói-RJ, no dia 05 de novembro de 2019. Ele era o principal suspeito de chefiar a maior organização criminosa de Muriaé e realizar a distribuição da droga.

A partir desta prisão, 23 pessoas, suspeitas de fazer parte da mesma organização criminosa foram presas.

 



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTÁRIOS 4


ESTAMOS DE OLHO
Postado no dia 19/02/2020 - 10:06 Cidade: Muriaé - MG
» PODERIA FICAR PRESO PELO MENOS UNS 10 ANOS DE INICIO NAO SAIR TAO CEDO ESSES CARAS ESTAVAM ACABANDO COM A NOSSA SOCIEDADE INCLUSIVE AGINDO DE MANEIRA COVARDE COM AQUELAS PESSOAS QUE NAO PENSAVA COMO ELES NO BAIRRO A JUSTIÇA TEM SER FEITA.


Justiçeiro
Postado no dia 19/02/2020 - 11:37 Cidade: MURIAE - MINAS GERAIS
» Tem como ser o resto da vida não? Aqui fora não faz falta nenhuma, tinha que ser ai na cadeia ou no cemitério!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Estamos de olho
Postado no dia 19/02/2020 - 21:20 Cidade: Muriaé - Minas Gerais
» Verdade faz falta nem uma.


patricia
Postado no dia 20/02/2020 - 11:50 Cidade: muriae - mg
» resultado do bolça escola e bolça familia.ao inves de dinheiro tinha e que da serviço pra esta turma de MALANDROS .O PAIS DE MAL A PIOR.

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    












PUBLICIDADES