Muriaé Céu nublado com chuva leve
Max 33º
Min  21º
JORNALISMO | 08/11/2019 « Voltar

Vacinação contra a febre aftosa continua em Muriaé




Vacinação contra a febre aftosa continua em Muriaé
George Henrique é veterinário do IMA, responsável por fiscalizar todo rebanho de Muriaé e mais 7 cidades da região.

Começou no mês de novembro a segunda etapa anual de vacinação do gado contra a febre aftosa. É obrigatório ser vacinados todos bovinos e bubalinos com idade de zero a 24 meses. 

Nesta sexta-feira (08) o fiscal do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), George Henrique participou de uma entrevista na Rádio Muriaé e falou sobre assunto.

O IMA é vinculado à Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento. É o órgão responsável pelo gerenciamento e fiscalização da campanha junto aos produtores rurais.

Durante a entrevista, o veterinário enfatizou que para o Brasil continuar exportando carnes para o exterior é preciso que os animais estejam em dia com a vacina.

A última vez que um rebanho foi diagnosticado com de febre aftosa no estado foi em 1996, em Taguará, no vale do Jequitinhonha. Desde então a doença nunca mais foi detectada.

George Henrique disse que se for constatado algum caso da doença, por lei, é preciso realizar um “Sacrifício Sanitário” em todos os animais em um raio de 3 quilômetros. “A vacina é o principal meio de prevenir qualquer doença viral”, completou George.

Segundo o veterinário, os principais sintomas da febre aftosa são; Baba em excesso, aftas na língua, focinho, teta e perca de peso.

A meta do IMA é vacinar o maior número possível de animais. Se não houver nenhum caso de febre aftosa até 2021, a doença será erradicada no Brasil.

O prazo para os pecuaristas vacinarem seu rebanho é até o dia 30 de novembro.

 



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    












PUBLICIDADES