Na madrugada desta quarta-feira (24), militares receberam informações que dois moradores do Nova Muriaé, teriam levado um jovem de 20 anos para um lugar isolado com objetivo de agredi-lo.
Os policiais durante deslocamento para o local da denúncia, encontraram a vítima bastante machucada principalmente no rosto caminhando sentido a cidade de Muriaé.

Segundo o jovem, sua namorada teria entrado na escola e rabiscado a parede com batom, por isso teria sido torturado como forma de punição.
A vítima disse que foi levado para uma obra que fica abaixo da escola e lá foi espancado, durante o ato tentou explicar que não foi ele que cometeu o ato de vandalismo na escola, de nada adiantou.

Os agressores expulsaram a vítima do bairro e disse que se ele voltasse lhe mataria. O Corpo de Bombeiro foi acionado e socorreu a vítima até o Hospital São Paulo.

Militares realizaram rastreamento, mas até o momento os autores não foram localizados.

Fonte: Rádio Muriaé

Siga a Rádio Muriaé através de nossas redes sociais, clicando nos ícones abaixo: