Uma ação integrada entre PCMG, a Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro (PMERJ) e a Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro (PCERJ) resultou na apreensão de um adolescente, de 14 anos, nessa quarta-feira, 31 de agosto, em Cabo Frio. Investigações apontaram que ele teria praticado o ato infracional análogo ao crime de latrocínio consumado em Cataguases naquela madrugada. Outro investigado, de 21 anos, também teria cometido o crime.

Conforme informações da delegada Érica Nascimento Guedes, a integração entre as forças de segurança foi o fator primordial para a elucidação dos fatos. “Em menos de 24 horas, o crime foi apurado com a identificação de autoria e a apreensão de um adolescente. Além disso, também foram recuperados o veículo e documento da vítima”, ressalta. Os trabalhos investigativos prosseguem com o objetivo de prender o outro suspeito e de apurar a motivação do delito.

Ação Integrada

De acordo com a delegada, assim que a PCMG tomou conhecimento dos fatos foram realizados levantamentos que apontaram que os suspeitos teriam se deslocado com o veículo da vítima até a cidade de Cabo Frio, no Rio de Janeiro. Uma força-tarefa entre as forças de segurança foi montada e culminou na recuperação do automóvel da vítima, nessa quarta-feira, 31.

Na ocasião, um jovem de 22 anos – que conduzia o veículo – foi preso por policiais militares com arma, munições e grande quantidade de drogas. Apurações da Polícia Civil indicam que ele não teria participado do crime cometido em Cataguases.

Já o adolescente, de 14 anos, também foi localizado na mesma cidade. Trazido de volta a Cataguases por uma equipe do Conselho Tutelar, ele foi ouvido na tarde desta quinta-feira, 1º, na Delegacia de Polícia Civil e será encaminhado a um centro socioeducativo.

 

Fonte: Marcelo Lopes

Siga a Rádio Muriaé através de nossas redes sociais, clicando nos ícones abaixo: