Joel Morais de Asevedo Júnior, é militar reformado da PM e está preso na cidade de Ubá
Foto Arquivo

O ex vereador Joel Morais de Asevedo Júnior, conhecido como Sargento Joel (PDT), solicitou a Câmara Municipal de Muriaé por oficio nesta terça-feira (23) o direito de assumir uma vaga na casa legislativa.

Tal ação foi protocolada por seus advogados através de oficio, já que o mesmo se encontra preso na cidade de Ubá acusado de ter assassinado em dezembro de 2021 a sua companheira.

Segundo Joel e sua defesa, a base é o fato de ser o primeiro suplente do partido, sendo, portanto, o sucessor de direto do cassado ex vereador Carlos Delfim, e que a renúncia ao direito de assumir o cargo em 2021 se deu apenas durante o afastamento do ex-Vereador, não sendo assim definitiva.

Em suas alegações no oficio, Joel diz “Fui eleito democraticamente por 714 eleitores da cidade, que devem ver sua vontade respeitada”.

A Câmara Municipal de Muriaé avaliará o pedido e em breve deve se manifestar sobre o assunto.

Na Operação Catarse, deflagrada pelo Gaeco, também há um pedido de prisão preventiva determinada contra ele.

Siga a Rádio Muriaé através de nossas redes sociais, clicando nos ícones abaixo: