Muriaé é reconhecida por seu potencial turístico
Foto: Turismo Minas Gerais

Muriaé conquistou a classificação ‘B’ no Mapa do Turismo Brasileiro, elaborado pelo Ministério do Turismo. A cidade se destaca juntamente com os municípios de Juiz de Fora, São João del Rei e Barbacena, que também foram classificados na segunda melhor escala. A pesquisa tem como objetivo guiar a definição de políticas públicas e investimentos para o setor, incluindo melhorias na infraestrutura e qualificação profissional.

O estudo realizado pelo Ministério do Turismo busca agrupar os municípios com potencial turístico ou que são impactados pela indústria das viagens. Ao classificar Muriaé e outras três cidades da região na categoria ‘B’, é possível notar o crescimento econômico e a contribuição do setor turístico para a arrecadação de impostos municipais. Somente em Muriaé, foram arrecadados mais de R$ 1,2 milhão em impostos provenientes do turismo.

O desempenho econômico do turismo é avaliado a partir de diferentes variáveis, incluindo o número de estabelecimentos de hospedagem, a geração de empregos, a estimativa de visitantes nacionais e internacionais, bem como a arrecadação de impostos federais nos meios de hospedagem. Muriaé se destaca na região da Serra do Brigadeiro, onde possui bens tombados e inventariados pelo Patrimônio Cultural do município, proporcionando um verdadeiro museu a céu aberto.

As áreas de proteção ambiental, cachoeiras, parques naturais e fazendas históricas oferecem uma variedade de opções de roteiros para o turista, como turismo ecológico, de aventura e rural. Muriaé também se destaca por sua atividade econômica voltada principalmente para a indústria de confecções e produção agropecuária.

Além de Muriaé, outras cidades da região também são destinos turísticos atrativos. São João del Rei, conhecida como a maior cidade setecentista de Minas Gerais, encanta os visitantes com sua arquitetura barroca, ruas antigas, igrejas centenárias, casas coloniais e festas populares. Já Juiz de Fora, principal cidade da Zona da Mata mineira, oferece um acervo cultural e natural valioso, com museus e prédios históricos, como o Museu Mariano Procópio, o primeiro do estado, fundado em 1922.

Por sua vez, Barbacena, reconhecida nacionalmente como a “Cidade das Rosas”, preserva igrejas setecentistas, fazendas, museus e casarões históricos. Além disso, destaca-se como berço do grupo de teatro e dança Ponto de Partida e abriga eventos agropecuários, como a tradicional “Expô Barbacena”. Essas cidades da Zona da Mata e Campo das Vertentes estão se consolidando como destinos turísticos de grande importância, contribuindo para o desenvolvimento econômico da região.

Siga a Rádio Muriaé através de nossas redes sociais, clicando nos ícones abaixo: