Outras duas audiências já estão marcadas. A previsão é que mais de 50 pessoas sejam ouvidas
Réus acompanhando os depoimentos na terceira audiência de instrução no Fórum de Muriaé

Terminou na noite desta sexta-feira (25) o terceiro dia de Audiência de Instrução da operação “Castelo de Areia”, ocorrida em Muriaé em abril desse ano. Ao todo, 19 pessoas foram indiciadas, mas somente 13 envolvidos participam da audiência.

Nesse momento o Ministério Público ouve as testemunhas. Na segunda-feira os depoimentos continuarão no decorrer do dia e no dia 12 de dezembro acontecerá uma audiência de interrogatório dos acusados, em que eles terão a oportunidade de se defender. A previsão é que mais de 50 testemunhas sejam ouvidas.

De acordo com o delegado responsável por deflagrar a operação, Glaydson de Souza, os suspeitos foram indiciados pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, corrupção ativa, tráfico de drogas e organização majorada e qualificada.

Entenda a operação “Castelo de Areia”

A operação “Castelo de Areia” foi deflagrada no dia 27 de abril desse ano em Muriaé e em Rio das Ostras-RJ. 19 pessoas foram indiciadas. Durante as investigações, foram apreendidos R$ 120.250 em dinheiro, quatro armas de fogo, diversas munições, drogas diversas, bem como 10 veículos avaliados em aproximadas R$ 900 mil.

Entre os carros apreendidos estão veículos blindados, de luxo e um caminhão utilizado para o transporte de drogas. Foi formalizada também a medida cautelar de sequestro de três imóveis avaliados em 1.400.000 bem como bloqueados valores em conta bancária dos investigados.

De acordo com o delegado, um dos chefes da organização criminosa foi indiciado por tráfico de drogas, corrupção ativa e lavagem de dinheiro. Um policial militar também chegou a ser preso durante a operação.

O nome “Castelo de Areia” faz alusão a um império construído com dinheiro ilícito e que a qualquer momento, poderia vir a ruir.

Siga a Rádio Muriaé através de nossas redes sociais, clicando nos ícones abaixo: