Em entrevista à rádio Muriaé, o veterinário do IMA, Jorge Henrique esclareceu esclareceu sobre a importância da atualização cadastral - Fotos: Jota de Souza

Em busca de fortalecer os protocolos de erradicação da febre aftosa no país, o Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) destaca a importância para os produtores rurais de Muriaé em atualizarem o cadastro de seus rebanhos. Em entrevista à Rádio Muriaé nesta sexta-feira (17), o veterinário Jorge Henrique, representante do IMA, ressaltou a relevância desse procedimento para a consecução desse objetivo sanitário.

O processo de atualização cadastral dos rebanhos é uma etapa indispensável para a garantia da eliminação da vacinação contra a febre aftosa. Seguindo os protocolos estabelecidos, os produtores são convocados a comparecerem à sede do IMA, localizada na parte baixa do Parque de Exposições de Muriaé, anexo do Sindicato Rural.

Jorge Henrique enfatizou que é fundamental a pronta ação dos produtores nesse sentido, destacando a localização específica do escritório do IMA e disponibilizando o número de telefone 32-3722-5165 para eventuais dúvidas ou esclarecimentos adicionais.

Segundo ele, a atualização cadastral dos rebanhos representa um passo significativo no objetivo nacional de erradicar a febre aftosa. “A colaboração e adesão dos produtores rurais são cruciais para o sucesso desse processo, visando não apenas a saúde dos animais, mas também a segurança alimentar e o fortalecimento do setor agropecuário brasileiro” disse o veterinário.

Siga a Rádio Muriaé através de nossas redes sociais, clicando nos ícones abaixo: