Muriaé Intervalos de nublado com chuva leve
Max 34º
Min  20º
POLÍCIA | 02/11/2017 « Voltar

Cerca de 50 feridos estão em hospitais de Muriaé, Laranjal e Leopoldina

Cerca de 50 feridos estão em hospitais de Muriaé, Laranjal e Leopoldina
Parte da estrutura da ponte cedeu e dezenas de pessoas caíram de altura aproximada de 6 metros
Hospital de Laranjal recebeu dezenas de pessoas feridas



























Helicóptero do Grupamento aéreo da PM, de Juiz de Fora, prestou apoio



Sub Sec. Saúde, Luis F. Novais; Sec. Saúde Marcelo S. Carvalho e médico de Muriaé Eron Simão que ajudou no socorro às vítimas

Evento no campo do Esporte Clube Laranjal reuniu milhares de pessoas (Foto: Whatsapp)

(Foto: Tarcísio William de Souza Duarte/Jornal Nossa Terra, Nossa Gente - Laranjal)

Apóstolo Waldemiro Santiago (Foto: Tarcísio W. S. Duarte/Jornal Nossa Terra, Nossa Gente - Laranjal)


Números extraoficiais apurados até o momento pelo jornalismo da Rádio Muriaé dão conta de que pelo menos 50 pessoas ficaram feridas no desabamento de parte da estrutura de uma ponte metálica, ocorrido no município de Laranjal, no fim da manhã desta quinta-feira (2), no fim do evento "Concentração de Fé e Milagres", da Igreja Mundial do Poder de Deus.

O encontro evento religioso foi realizado no estádio do Esporte Clube Laranjal e contou a presença do líder da Igreja Mundial, apóstolo Valdemiro Santiago, que é natural de Cisneiros - distrito do vizinho município de Palma -, e completou nesta quinta-feira (2), 54 anos de idade.

Na saída do evento os fiéis passavam pela ponte metálica montada sobre um córrego exclusivamente para o culto. Em determinado momento houve uma grande aglomeração de pessoas sobre a mesma e, com isso, algumas placas cederam e dezenas de pessoas caíram de uma altura aproximada de 6 metros.

As vítimas foram socorridas inicialmente por brigadistas e socorristas contratados pelos organizadores do evento e em seguida profissionais do SAMU de várias cidades da região auxiliaram nos resgates e as levaram para o hospital em Laranjal.

A reportagem da Rádio Muriaé conversou com o secretário de saúde de Laranjal, Marcelo de Souza Carvalho, o subsecretário de Saúde do município, Luíz Fernando Novais, e com o médico muriaeense Eron Simão, que atendeu a maioria das vítimas.

O trio confirmou que há entre 10 e 12 pessoas em estado considerado de maior gravidade, todas com traumas, incluindo fraturas, entre elas três crianças, e que três pessoas apresentavam traumatismo craniano, porém, nenhuma de grau mais elevado. Os casos mais delicados foram transferidos para hospitais em Muriaé e Leopoldina.

O lado da ponte onde a estrutura caiu foi interditado e, por volta das 14h, a perícia da 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil (PC), sediada em Muriaé, já estava no local.

Uma força-tarefa foi montada por profissionais de saúde de Laranjal, toda equipe do hospital, PSF's e até profissionais de férias, aposentados, acadêmicos e voluntários, incluindo servidores da Saúde e uma ambulância de Muriaé. 

O secretário de Saúde de Laranjal destacou também o empenho de equipes da Secretaria  Municipal de Ação Social e ressaltou que a Igreja Mundial, responsável pelo evento, está dando total apoio às vítimas e seus familiares.

 

Matéria atualizada às 15h14, 02de novembro de 2017

 

Texto: Rádio Muriaé - reprodução na íntegra ou parcial do conteúdo (texto e imagem) permitida somente mediante crédito.



Fonte : Rádio Muriaé




COMENTÁRIOS 9


Fabio
Postado no dia 02/11/2017 - 15:44 Cidade: Laranjal - Mg
» Simplesmente uma tragédia anunciada, se não fosse na ponte seria na br 116, ou em outro lugar, nossa minúscula cidade não tem estrutura para esse tipo de evento, não caberia nunca em condições normais uma quantidade de pessoas aqui,mas aí vem o tal improviso, o jeitinho brasileiro,e como sempre acaba errado. Cadê os responsáveis pela tragédia? Que Jesus Cristo, Nossa Senhora de Aparecida ilumine a cada um dos envolvidos nesse acidente trágico, mas que facilmente poderia ser evitado, é pra quem acredita no pode de cura do pastor, pede a ele pra dar uma passadinha onde se encontram os feridos, passar sua milagrosa mão e em minutos sara todo mundo.


andrea
Postado no dia 02/11/2017 - 16:27 Cidade: Muriaé - MG
» Será que não deveria ter um acompanhamento da polícia militar ou bombeiros, controlando a quantidade de pessoas passando pela ponte ao mesmo tempo?Porque obviamente na construção deveria ter um cálculo do peso máximo suportado ne? Daí aquela quantidade de pessoas ao mesmo tempo em uma ponte recém construída, de forma improvisada…Faltou bom senso tanto da organização quanto das pessoas…


Cleusa Mello,
Postado no dia 02/11/2017 - 17:38 Cidade: Natal - Rio Grande do Norte,
» Sou dessa cidade, sei bem as dificuldades que todos enfrentam no seu dia a dia. Com um evende porte, a cidade, não suportado, tantas pessoas.


Marli
Postado no dia 02/11/2017 - 19:48 Cidade: Aguai - 138600?00
» , Jesus Cristo tem poder que fatalidade


Paulo César Alvarenga
Postado no dia 02/11/2017 - 19:52 Cidade: Laranjal - Minas Gerais
» Um acidente envolvendo dezenas de pessoas, que estavam em um belo evento comandado pelo excelente apóstolo Waldomiro Santiago; que só queria levar Deus à todos que estavam presentes.


José Cláudio Apolinário
Postado no dia 02/11/2017 - 20:27 Cidade: Contagem - Mg
» Vocês teriam uma lista das pessoas feridas que estão internadas? Grato. 19988727220 watzap


Ue
Postado no dia 02/11/2017 - 20:32 Cidade: Laranjal - Mg
» Nem precisava de socorristas, não é esse pastor que cura?


Fernanda cordeiro
Postado no dia 03/11/2017 - 08:24 Cidade: Palma - MG
» Fazendo uma correção, Cisneiros é um distrito de Palma - MG, e não de Laranjal como foi dito na reportagem.


Jackson
Postado no dia 03/11/2017 - 11:20 Cidade: Brasília - DF
» Engraçado vê tantas críticas quando na verdade um acidente pode acontecer em qualquer lugar e hora,só tenho uma pergunta,quantas mortes foram? Acredito que bem menos que algumas Inquisições Católicas ou bem menos que alguns acidentes causados por alcoólatras como os que criticam o mesmo fato acontecido.... Hipócritas...

COMENTAR
Não use palavras ofensivas ou “palavrões”, calúnias, difamações ou ataques pessoais a honra de alguém: O uso destas palavras agressivas e vexatórias é expressamente proibido neste site. Ao conteúdo deste jeito, o seu comentário será recusado e excluído.

Nome:
E-mail:
Cidade:
UF:
Comentário:


    












PUBLICIDADES