Marcio Scavone / Divulgação

Um dos principais comediantes da história do Brasil, Jô Soares morreu em São Paulo, aos 84 anos,  na madrugada desta sexta-feira (5). Humorista, escritor, diretor e ator, ele estava internado no Hospital Sírio Libanês. O falecimento de Jô foi comunicado por Flavia Pedras, ex-mulher do apresentador, pelo Instagram. A causa da morte, entretanto, não foi informada.

Na postagem, Flavia diz que Jô Soares morreu “cercado de amor e cuidados” e que o funeral será restrito aos familiares e amigos. A informação foi confirmada pela Globo News e também publicada no portal G1.

Jô Soares

José Eugênio Soares nasceu no Rio de Janeiro no dia 1º de janeiro de 1938. Além de apresentador de televisão e humorista, Jô foi escritor, diretor e ator.  Ele iniciou a carreira como apresentador começou no SBT com o programa “Jô Soares Onze e Meia”, que foi ao ar entre 1988 e 1999. Em 2000, estreou, na Rede Globo, o “Programa do Jô”, encerrado em 2016.  O programa é considerado, até hoje, um dos mais famosos talk-shows do Brasil.

Se destacou por ser um dos principais comediantes da história do Brasil, participando de atrações que fizeram história na TV. Dentre elas, se destacaram “A família Trapo” (1966), “Planeta dos homens” (1977) e “Viva o Gordo” (1981). Além disso, escreveu cinco livros, atuou em 22 filmes e é considerado pioneiro do stand-up.