Clima seco pode acarretar várias doenças se não cuidar - Foto: Rádio Muriaé

Quando chega esta época do ano é comum o tempo ficar seco, devido a falta de chuva. Em Muriaé, não chove há pouco mais de dois meses.

Com isso, sobe o número de doenças respiratórias, sejam em crianças, adultos ou nos idosos.

De acordo com a pediatra, Lorena Fadul, nas crianças os riscos são ainda maiores. Entre as doenças mais comuns estão a Rinite Alérgica, Sinusite, Asma, Gripe e Pneumonia. Para tratar, a recomendação é alimentação saudável, lavagem nasal com soro fisiológico morno, vacinas em dia, consumo de água, manter a casa limpa e arejada.

Além das doenças respiratórias, a pele também sofre neste período. A dermatologista Karina Agostini explica que é comum os banhos serem mais quentes e demorados. Com isso, toda a oleosidade da pele é removida, fazendo com que a pele fique mais ressecada e esbranquiçada, no corpo e no rosto.

Para evitar essas doenças, a recomendação é umidificar o ar, principalmente durante a noite, ao deitar para dormir beber muita água, usar filtro solar, evitar banhos quentes e demorados.

Francisco Monteiro, é morador do bairro Safira, tem 87 anos e toda manhã toma 15 minutos de sol, limpa o nariz com soro três vezes ao dia e bebe bastante líquido. Todas as atividades são acompanhadas pela filha, Ana Monteiro.

Em entrevista à Rádio Muriaé, a Defesa Civil informou que não há previsão de chuvas para os próximos dias. A recomendação é continuar se cuidando para evitar as doenças.